Outubro: um dos maiores eventos de coaching e mentoring em Portugal

O coaching e o mentoring transformaram verdadeiramente a minha vida. Com cada vez mais facilidade consigo concretizar os meus objetivos e ultrapassar os obstáculos naturais da vida, pelo que, fiquei muito feliz quando Rafael Nacif – empresário, investidor, orador e mentor – decidiu organizar, em Portugal, um evento de desenvolvimento humano muito diferente do habitual.

Estou muito entusiasmada com este momento, único no nosso país, que reune no mesmo espaço, os maiores nomes – portugueses e estrangeiros – do mundo do coaching. Claro que queria saber tudo sobre este mega evento e, por isso, decidi entrevistar Rafael Nacif.

Quem é Rafael Nacif?

RN: Eu sou brasileiro, tenho 38 anos, sou casado e pai de duas meninas. Sou também empresário e investidor. Depois de ter vivido no Brasil, Havai, Canadá e Suíça, há cinco anos apaixonei-me por Portugal e, desde então, este país tornou-se a minha casa.   Aqui, criei uma empresa de investimento imobiliário, a Patagora Investimentos e, juntamente com o meu sócio, o “shark” Tim Vieira, tenho participação em mais de 30 empresas portuguesas.

O desenvolvimento humano é a área que mais me realiza. Tenho formação em Coaching, Inteligência Emocional, Eneagrama e Programação Neurolinguística, pelo que, para além de exercer a minha atividade enquanto empresário e investidor, sou também orador, palestrante e mentor.

Comecei  por ser mentor de pequenas startup e, ao longo destes cinco anos, tenho sido convidado por diversas entidades públicas e privadas nacionais para participar em eventos de cariz empresarial, social ou solidários, enquanto orador e palestrante motivacional.

O facto de percorrer o mundo de bicicleta também desperta algum interesse, pelo que a minha metodologia, enquanto coach e mentor, assenta muito na partilha de experiências pessoais que vou vivendo durante essas viagens.

Sou também ativista de causas sociais, pelo que fundei a Associação sem fins lucrativos, “Anna e Sophia”, que dá apoio a crianças, de diversos países, em situação de fragilidade social.

Qual a sua formação?

RN: Eu sou licenciado em Gestão do Ambiente e Comunicação, pela Hawaii Pacific University, E.U.A. . Frequentei o Programa de Gestão de Liderança, na AESE Business School, em Lisboa. Possuo o Certificado Internacional de Coaching, pela BeCoach, Lisboa, Portugal; formação em Coaching pela Performance Consultants International e pela International Academy for Professional Development, Londres, Reino Unido. Possuo ainda Certificação Avançada em Inteligência Emocional e em Eneagrama.

Um coach substitui um psicólogo e vice-versa?

RN: De todo. São áreas de atuação completamente distintas e uma não substitui a outra.
O coaching é um processo, uma metodologia, um conjunto de competências e habilidades que podem ser aprendidas e desenvolvidas por qualquer pessoa para alcançar um objetivo na vida pessoal ou profissional.

O mentoring é uma ferramenta de desenvolvimento profissional que consiste em uma pessoa experiente ajudar outra menos experiente. O mentor é um guia. O mentoring inclui também conversas e debates acercas de assuntos que não estão necessariamente ligados ao trabalho mas este processo possibilita a aprendizagem e o desenvolvimento na carreira do profissional mais jovem.

O psicólogo é um profissional de psicologia que trabalha na área da saúde mental. A sua formação permite-lhe realizar avaliações psicológicas e acompanhamento psicológico que promove o restabelecimento do equilíbrio mental.

Porque criou o evento “Desperta – O Meu Propósito Muda o Mundo” em Portugal?

RN: Antes de mais, é em Portugal que me sinto feliz e é aqui que resido com a minha família, embora grande parte do tempo esteja a viajar. Foi um país que me acolheu muitíssimo bem e, como referi, é na área do desenvolvimento humano que me sinto verdadeiramente realizado.

Tenho tido o privilégio de aprender e conviver com coaches e empresários  de diferentes áreas, portugueses e estrangeiro, que são uma verdadeira inspiração para mim. Cada um deles aporta conhecimentos e metodologias que realmente promovem a transformação na vida das pessoas.

O meu objetivo é, num só evento, juntar algumas dessas pessoas inspiradoras e que considero referências nas suas áreas de atuação e dá-las a conhecer melhor aos portugueses. É, sobretudo, um evento de partilha de experiências e saberes, dirigido a todos os que procuram uma mudança em algum aspeto da sua vida ou, simplesmente, pretendem encontrar foco para continuar a percorrer um caminho já iniciado e que as realiza e lhes traz sucesso.

Em que consiste concretamente o “Desperta”?

RN: É um evento de desenvolvimento pessoal e profissional, com duração de três dias – 19, 20 e 21 de Outubro – no Cacém (sendo que na sexta-feira, dia 19, começa às 19h) e eu serei o anfitrião. Vai contar com a participação de grandes nomes do mundo do Coach, quer portugueses como estrangeiros, nomeadamente:  Jorge Coutinho, André Leonardo, Marcia Belmiro, Fábio Borges e Beth Pousas.

O evento vai ainda ser enriquecido pela partilha de experiências do empresário “shark” Tim Vieira, a banda portugesa HMB e um dos melhores personal trainers portugueses, Pedro Medeiros.

Cheguei há poucos dias de França e convidei pessoalmente Laurent Beretta para integrar o evento. Aceitou o convite e estamos, nesta fase, a conciliar agendas e tratar da sua vinda.  O mundialmente conhecido coach francês tem uma abordagem singular, utiliza as ciências cognitivas e a força da ilusão para ampliar a experiência do cliente. As suas intervenções têm um grande e duradouro impacto. As marcas Louis Vuitton, Chanel e Air France são algumas das empresas suas clientes.

O “Desperta – O Meu Propósito Muda o Mundo” vai também acontecer em Braga, dia 3 de Novembro e no Porto, dia 1 de Dezembro, numa versão mais curta.

Este evento é dirigido, concretamente, a quem?

RN: Desde que acompanhada por um adulto, a partir dos 12 anos, qualquer pessoa pode participar. Este evento é para quem quer passar da inatividade à ação; quem não se sente realizado; quem procura método e disciplina para alcançar os seus objetivos; quem procura uma transformação interior; quem quer despertar o que de melhor existe em si; quem tem medo de acreditar nas suas capacidades; quem ainda não encontrou o seu propósito de vida; quem está preso ao passado e por isso não consegue definir o presente e o futuro; quem quer crescer enquanto pessoa; quem quer redescobrir-se; quem se quer libertar de situações tóxicas ao seu bem-estar.

Tenho a sensação que a maioria dos portugueses ainda considera o investimento no seu desenvolvimento pessoal algo difícil de concretizar e acessível apenas a nichos? É realmente assim?

RN: Não concordo. Considero que, cada vez mais, os portugueses estão a despertar para esta consciência, da importância de apostarem numa orientação que lhes permita explorar todo o seu potencial para alcançarem uma vida mais feliz e realizada.

Hoje em dia, existem em Portugal coaches experientes e que desenvolvem um trabalho de muita qualidade, para todas as carteiras e especializados nas mais diversas áreas da vida.

Qual a lotação máxima do evento “Desperta – O Meu Propósito Muda o Mundo”? Ainda estão a aceitar inscrições?

RN: As inscrições são limitadas mas neste momento o evento ainda tem alguns lugares disponíveis. A lotação máxima é de 200 pessoas e, se correr como na primeira edição, prevemos que esgote rapidamente nos próximos dias. Para quem quiser conhecer melhor o perfil de cada orador, a dinâmica do evento, os testemunhos de quem já paticipou na primeira edição e inscrever-se, basta aceder ao site www.desperta.rafaelnacif.com

 

 

 

 

 

Deixar uma resposta