É urgente sermos mais “norte-americanos” para sermos mais “portugueses”

Calma, calma!!! Já explico o título.
Há tantos portugueses tão, mas tão interessantes. Não tenho a menor dúvida que somos um país riquíssimo em gente com muita qualidade.
Precisamos, urgentemente, de ser mais “norte-americanos” para nos tornarmos mais “portugueses”.
Os norte-americanos são exímios em promover-se. Conseguem converter o quase nada em grandes momentos, acontecimentos, notícias. Não têm a menor vergonha ou preconceito em enaltecerem o que é seu e não estão minimamente preocupados com as críticas. Têm uma coragem descaradíssima que eu, sinceramente admiro.
Não, não me venham dizer que é só uma questão de dinheiro. Não é. É uma questão de mentalidade. O nosso Fernando Alvim, com o programa “É a vida Alvim”, no Canal Q, é um excelente exemplo a seguir. Adoro!
Vamos apostar mais em nós, no que é nosso, por favor. Para nosso bem.
Vamos lá beber um pouco da mentalidade espanhola que tem doses valentes de autoestima. Vamos lá ser descaradões como os norte-americanos… vamos lá ganhar coragem porque somos bons, muito bons!
E, para quem chegou recentemente ao “Passei e Gostei!”, aqui ficam alguns exemplos maravilhosos de talento que vale a pena revisitar:
https://passeiegostei.blogspot.pt/2017/07/maos-que-cantam-obrigada-por-existirem.html
https://passeiegostei.blogspot.pt/2017/07/o-universo-portugues-em-modo-papel.html
https://passeiegostei.blogspot.pt/2017/07/bainha-de-copas-para-personalidades.html

“Passo e gosto” cada vez mais de nós, portugueses.
www.passeiegostei.blogspot.pt

Deixar uma resposta