A dar uma hipótese ao romance com as delícias de Mirandela

Depois de oito anos completamente dedicada à família, decidi começar a reservar mais tempo exclusivamente para mim. Percebi que estava na altura de me mimar mais, de me cuidar mais, de me amar mais, sem me sentir culpada por isso ou em falta para com os que amo.
A verdade é que, desde então, a minha saúde física e mental melhorou muito. Para além de voltar a velhos bons hábitos – como a prática de exercício físico e meditação – também passei a reservar uma manhã por semana para fazer aquilo que me dá na real gana! Uma atitude insignificante para muitos mas para os cuidadores informais é um momento de valor incalculável.
Nesse momento só meu, para além de massagens, meditação ou esticar o corpo, nada me dá mais prazer do que comer e conhecer gente… gente boa, genuina, daquela que quando abraça, abraça mesmo ou quando ri, ri com vontade.
E, agora que finalmente me permiti cuidar de mim e ponderar a hipótese de voltar a partilhar o meu coração, enquanto passeava no shopping dei por mim a pensar: “O que prepararia para um jantar romântico e especial? … hum… quais espuminhas da moda, quais combinações improváveis, quais ervilhas de gastronomia molecular. O homem que se apaixonar por mim tem que saber aquilo que realmente gosto de comer.”


E foi assim que fui parar ao quiosque do Fumeiro Artesanal de Mirandela, no Oeiras Parque. E foi assim que conheci o maravilhoso senhor Mário Fernandes, que vestia um chamativo polo vermelho com uma frase irresistível,” Alheiras de Mirandela”.
A verdade é que já sou cliente do senhor Mário desde o primeiro dia que montou ali o seu quiosque mas nunca tinha metido conversa. Desta vez não resisti. Perguntou-me como comia a broa que sempre levo. A partir daí a conversa fluiu e foi encantador. Que senhor simpático e bem-disposto. Mas não é daquele tipo de pessoa que dê logo confiança. É preciso conquistá-la.


Mirandela é uma cidade portuguesa do distrito de Bragança, situada nas margens do Rio Tua. A gastronomia típica é uma verdadeira delícia à qual adoro não resistir. 
O senhor Mário Fernandes traz das terras do norte do país, diretamente para Oeiras, maravilhosos queijos, pães, broas, figos secos, morcela, farinheira e muito mais… que só de pensar dá água na boca.
A autenticidade é o que melhor define a personalidade deste maravilhoso senhor e é também a característica que mais gosto nos seus produtos. Sabem a Norte, sabem a origens.
Bom, e quanto ao meu jantar romântico já podem calcular como será a ementa. Se o resultado vai ser positivo ainda não sei mas uma coisa tenho a certeza, se tudo o resto correr mal, ao menos consolo-me a comer bem :)!
“Passei e Gostei!” do Fumeiro Artesanal de Mirandela, no Shopping Oeiras Parque.
https://www.facebook.com/Fumeiro-de-Mirandela-1563687740528117/

 

Deixar uma resposta